George Beers

George Beers é Engenheiro de Horticultura. Obteve um doutoramento em Ciências da Administração com uma tese sobre gestão de projetos e é especialista em gestão de informação estratégica no agronegócio, sendo a sua principal competência estabelecer pontes entre mundos diferentes.

Beers trabalha na Universidade de Wageningen desde 1991 em vários cargos de investigação e gestão, nos quais manteve um equilíbrio entre a gestão de programas de investigação e inovação e do desenvolvimento organizacional em organizações baseadas em conhecimento.

Foi diretor científico do programa de co-inovação Agri Chain Competences (1998-2001) e fundador e CEO da Green Knowledge Cooperation (sistema de ensino agrícola inovador, 2004-2010). Entre 1999 e 2004, Beers foi responsável pela disciplina de TIC no Agronegócio na Universidade de Wageningen.

De 2011 a 2014, viveu na Arábia Saudita, iniciando e implementando o Saudi Agricultural Information Center.

Coordena, atualmente, projetos de grande dimensão, a nível da UE na área da Internet do Futuro no AgriFood. Desde janeiro de 2017, é coordenador do Piloto de Grande Escala Internet of Farm & Food (IoF2020) do H2020 e um projeto em Hubs de Inovação Digital para agricultores (SmartAgriHubs).

 

João Coimbra

 

João Coimbra é licenciado em Engenharia Agronómica pela Escola Superior Agrária de Santarém. 

É Administrador de várias empresas familiares que se dedicam à exploração agrícola, florestal e produção de energia elétrica de fontes renováveis. De realçar a sua exploração Quinta da Cholda, na Azinhaga, distrito de Santarém, que se distingue no negócio do milho e, sobretudo, na agricultura de precisão em Portugal. João Coimbra é também Diretor da Cooperativa agrícola Agromais e da Associação Nacional dos produtores de milho e sorgo (Anpromis).

José Silva

João Rafael Marques da Silva é Engenheiro Agrícola, Doutor em Engenharia Agrícola e Agregado em Agricultura de Precisão.

Professor universitário há 28 anos, foi membro do Conselho Administrativo da Universidade de Évora, Diretor de Departamento, Vice-Diretor da Escola de Ciências e Tecnologia, Membro do Conselho Cientifico, do Conselho Pedagógico e do Senado Universitário.

Em termos científicos pertenceu a mais de 15 Comissões organizadoras e cientificas de Conferências e Simpósios, esteve envolvido em mais de 20 projetos de investigação, tendo coordenado vários deles. É autor e co-autor de mais de 50 artigos em revistas internacionais de impacto e é editor de dois livros.

É também há quatro anos Gerente e CSO da Agroinsider, uma “spin off” da Universidade de Évora que desenvolve aplicações no âmbito do “AgroTech”. Nos últimos anos, o trabalho da Agroinsider tem sido reconhecido nacional e internacionalmente. Por exemplo, entre as 1500 startups que se apresentaram ao Web Summit 2016, a Agroinsider foi das 50 mais requisitadas pelos investidores e uma das sete portuguesas nessa lista.

Em 2017, na “call” de outubro do “SME Instrument PHASE 2 (H2020)”, a Agroinsider ganhou o “Selo de Excelência” da Comissão Europeia.

Luís Mira da Silva

Luís Mira da Silva é Professor Associado do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa.

É licenciado em Engenharia Agronómica pelo Instituto Superior de Agronomia, doutorado em Agricultural Systems pela University of Reading (UK), e fez um Executive MBA na London Business School da Universidade de Londres (UK). É Presidente da Inovisa, sócio da CONSULAI, representante nacional no subgrupo estratégico Agricultural Knowledge and Innovation Systems (AKIS) do Standing Committee on Agricultural Research (SCAR) da Comissão Europeia, e membro do EU-Africa High Level Policy Dialogue Working Group on Food and Nutrition Security and Sustainable Agriculture.

É também consultor do Banco Mundial para o Programa de Desenvolvimento de Centros de Excelência em África, e coordenador de diversos projetos nacionais e internacionais (Europa e África) nas áreas da inovação, transferência de tecnologia e empreendedorismo no setor agroalimentar.